Todo o trabalho partilhado neste blogue pode ser visionado, consultado e utilizado, mas, por favor, não apague os créditos de um trabalho que é meu. E não plagie. O plágio é uma prática muito feia. Se entender contactar-me o meu e-mail é anabelapmatias@gmail.com
Agradeço aos autores dos vídeos a sua partilha, generosa, no Youtube. Sem esta partilha, as minhas postagens ficariam mais pobres.

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

5.ª Aula - Economia e Habitat no Paleolítico

5.ª Aula - Economia e Habitat no Paleolítico

Sumário: As sociedades recoletoras nómadas do Paleolítico: economia de recoleção e de caça; nomadismo e habitat; a diversificação dos instrumentos e a divisão técnica e sexual do trabalho.

Metas Curriculares

. Domínio

Das sociedades recoletoras às primeiras sociedades produtoras

. Subdomínio

Conhecer e compreender as características das sociedades do Paleolítico

. Objetivo

2. Conhecer e compreender as características das sociedades do Paleolítico

. Descritores de Desempenho

2.1  Relacionar as profundas alterações climáticas com a distribuição geográfica dos primeiros grupos humanos.
2.2  Relacionar a recoleção com o nomadismo.
2.3 Relacionar metodologias de caça de animais de grande porte com a complexificação das interações humanas e com o crescimento  da população.
2.4 Identificar os instrumentos fabricados pelo Homem, as respetivas funções e as implicações em termos de divisão técnica e sexual do trabalho.
2.5 Definir "Paleolítico".
2.6 Descrever o modo de vida das primeiras sociedades humanas.

. Aprendizagens essenciais - O aluno deve ficar capaz de:

. AE3 - Compreender a existência de diferentes sentidos de evolução nas sociedades recoletoras/caçadoras e agropastoris, estabelecendo comparações com as sociedades atuais.

. Situação-problema 

. Face a uma economia recolectora e de caça, poderiam os homens do Paleolítico ser outra coisa que não nómadas?

. Questões orientadoras

. Em que consistia a recoleção?
. Qual a importância da caça/pesca para o homem do Paleolítico?
. Qual a importância do fabrico de instrumentos para o homem do Paleolítico?
. O que é ser nómada?

. Palavras-Chave

Paleolítico; economia de recoleção; economia de caça; nomadismo

Meus queridos alunos,

já sabeis que ao longo do Paleolítico - do grego paleos, antigo e lithus, pedra - o clima alterou-se e sucederam-se períodos de arrefecimento - glaciações - e períodos de aquecimento.
Em África sucederam-se períodos de chuva e de seca. Todas estas alterações climáticas provocaram alterações na fauna e na flora obrigando os hominídeos a adaptarem-se. As espécies caçadas e as plantas recolhidas pelos hominídeos foram variando assim como as suas capacidades para a caça: Homo habilis caçava pequenos animais como aves, coelhos, pequenos roedores; Homo erectus já caçava animais de grande porte.

economia praticada pelos grupos de caçadores-recoletores do Paleolítico era uma economia de recoleção e de não produção, ou seja, os hominídeos alimentavam-se exclusivamente do que a Natureza lhes fornecia: grãos, raízes, frutos, bagas, ovos, mel... caça e pesca. Esta economia recoletora determinou um estilo de vida nómada em que as comunidades deslocavam-se no espaço à procura de alimento, à medida que os recursos alimentares se esgotavam em determinada região.

A caça trouxe inúmeras vantagens a estas primeiras comunidades de hominídeos: desde logo uma maior quantidade de alimento disponível, matérias-primas abundantes para o fabrico de instrumentos, peles para a realização do vestuário e das tendas, tendões usados como "linha" ou "corda", para além de ter uma importância imensa no desenvolvimento da linguagem, porque a estimula e potência, na coordenaçãounião e coesão do grupo aumentando enormemente a sua capacidade de sobrevivência.
Com Homo sapiens sapiens os instrumentos diversificaram-se e surgiram bifaces sofisticados, arpões, agulhas, anzóis, azagaias e o propulsor, a primeira máquina inventada pelo homem.
A primeira clivagem social surge determinada pelo sexo: as mulheres tratam das crias, apanham bagas, raízes, frutos, mel, folhas, ovos... e os homens caçam e pescam.
O habitat era temporário e precário, feito em abrigos naturais, grutas e cavernas, tendas ou cabanas feitas com troncos, peles, pedras, presas de mamute...

A apresentação em PowerPoint explorada em contexto de sala de aula chama-se C - Economia e habitat no Paleolítco. Revejam-na. Mais uma vez, relembro-vos da importância dos TPC. Já sabeis... são "sagrados". Passem a informação pertinente para o vosso portefólio.
Chamo a vossa atenção para a importância de compreenderem os conceitos de recoleção e de nomadismo e de compreenderem como eles se articulam.

Deixo-vos um pequeno vídeo de apoio às aprendizagens já realizadas e que aborda exatamente a matéria explorada durante a aula quatro e ainda introduz a matéria que será abordada na próxima aula. É curtinho e é muito, muito interessante. Garanto-vos!

Chama-se "Modo de vida no Paleolítico". Vejam-no com atenção.



Por último deixo-vos uma ficha formativa, chamada B - Paleolítico 2, sobre a economia recoletora, nomadismo e habitat, que deverão fazer, respondendo a todas as perguntas aí colocadas. Se tiverem dificuldades, já sabem, contactem-me via e-mail, chat do facebook... ou na escola, claro!
Bom trabalho e até à aula seis!

Preparem-se. Será sobre arte do Paleolítico.

Nota 1 - Aula revista no ano letivo de 2014/2015 e adaptada às metas curriculares introduzidas pelo MEC.

Nota 2 - Aula revista no ano letivo de 2019/2020 e adaptada às aprendizagens elaboradas pelo ME.

sábado, 24 de setembro de 2011

2.ª, 3.ª e 4.ª Aulas - Portefólio de História e Hominização

Diapositivos Aulas 7.º Ano - Anabela Matias de Magalhães

2.ª, 3.ª e 4.ª Aulas - Portefólio de História e Hominização

2.ª , 3.ª Aulas - Sumário: O portefólio de História e a sua importância. Guião de organização de um portefólio.

Meus queridos alunos,

já podem aceder à apresentação em PowerPoint intitulada AA - Portefólio de História.
Esta apresentação, que já foi explorada em contexto de sala de aula, serve para orientar o vosso trabalho de organização de um importante elemento que será alvo de avaliação e que será por vós construído ao longo deste ano letivo.
Espero que esta partilha vos possa ajudar a melhorar os resultados escolares a História... e, quem sabe, a outras disciplinas!

4.ª Aula - Sumário: As origens da Humanidade e o processo de Hominização: bipedia e verticalidade; o fabrico e a diversificação de instrumentos, o domínio do fogo e da linguagem verbal, momentos cruciais da hominização. A expansão dos hominídeos.

Metas Curriculares

. Domínio/Tema A

Das sociedades recoletoras às primeiras civilizações

. Subdomínio

Das sociedades recoletoras às primeiras sociedades produtoras

. Objetivo

1. Conhecer o processo de hominização

. Descritores de Desempenho

1.1 - Localizar as regiões do mundo onde foram encontrados os primeiros vestígios dos processos de diferenciação da espécie humana, sublinhando a origem africana da Humanidade.
1.2 - Reconhecer a proximidade do aparecimento do Homem no planeta quando comparado com a história da Terra.
1.3 - Identificar as principais fases da evolução desde o Australopithecus ao sapiens sapiens, realçando a lentidão do processo.
1.7- Reconhecer o fabrico de instrumentos, o domínio do fogo e da linguagem verbal como conquistas fundamentais no processo de hominização.

. Aprendizagens essenciais - O aluno deve ficar capaz de:

AE2 - Reconhecer no fabrico de instrumentos e no domínio sobre a natureza momentos cruciais no desenvolvimento da Humanidade

. Situações-problema

. Seria possível sermos o que somos hoje, sem as contribuições dos nossos antepassados?
. Do ponto de vista biológico todos os seres humanos pertencem à ordem dos Primatas, família dos Hominídeos, género Homo e à espécie sapiens sapiens?

. Questões orientadoras 

. O que entendes por hominização?
. Qual o continente berço da Humanidade?
. Quais as etapas mais importantes do processo de hominização?
. Quais as conquistas mais importantes?

. Palavras-Chave

Teoria Evolucionista; hominização; hominídeos; bipedia; verticalidade; fabrico de instrumentos; uso e fabrico do fogo

Meus caros alunos,

hoje deixo-vos o link para a apresentação em PowerPoint que explorámos na aula, chamada B - A Evolução do Homem e que aborda a antiguidade da Terra, que conta com cerca de 4,5 mil milhões de anos.
"Somente" há cerca de 20 milhões o clima, em África, sofreu alterações assinaláveis, tornou-se progressivamente mais seco o que provocou o desaparecimento da floresta primitiva e o aparecimento da savana, obrigando fauna e flora a adaptarem-se.
Esta adaptação também ocorreu com alguns primatas e a esse processo de evolução física e mental, que conduziu ao homem actual, chamamos hominização.
Notem que as primeiras conquistas, feitas pelos primeiros hominídeos, muitíssimo lentas pois realizadas ao longo de milhões de anos, foram absolutamente determinantes para sermos hoje o que/como somos.
Tenham atenção aos diferentes conceitos de bipedia e de verticalidade, lembrem-se do exemplo da galinha que, sendo bípede, não conquistou a verticalidade, compreendam a importância do surgimento do fabrico de instrumentos, com Homo habilis, compreendam que desde aí o Homem não mais deixou de fabricar tudo aquilo que lhe pareceu necessário e/ou útil, compreendam a importância da conquista do fogo, com Homo erectus, o fogo como fonte de calor, de luz, de proteção face aos ataques dos animais selvagens, seus predadores, como auxiliar do aperfeiçoamento de instrumentos, como possibilitador da cozedura dos alimentos, o fogo como agregador de toda uma comunidade, compreendam o passo imenso no distanciamento face aos outros animais quando o Homem de Neanderthal iniciou o sepultamento dos mortos, comprovativo duma espiritualidade e duma humanização crescentes e acompanhem os primeiros passos de Homo sapiens sapiens, o criador da arte que povoou todos os continentes.

Não se esqueçam de fazer os TPC. Podem nem vos parecer muito relevantes mas asseguro-vos que o são. São muito importantes até para o amadurecimento da vossa língua materna, a língua portuguesa, cujo domínio é necessário para nos entendermos, aqui no retângulo... e fora dele também.

Deixo-vos alguns vídeos que selecionei, de entre os muitos que existem no Youtube, sobre esta matéria. O primeiro, da autoria de Núria Inácio, resume o conteúdo desta segunda aula que versou sobre a Hominização.
Os vídeos seguintes completam e aprofundam alguns aspetos já referidos e explorados na sala de aula. Vejam-nos. São, por norma, vídeos curtinhos que se vêem com muito agrado. Há alguns em inglês, para que possam também aprofundar o domínio desta língua e os últimos estão em espanhol, o que é particularmente interessante para se familiarizarem com uma língua muitíssimo parecida com a nossa e que tem uma raiz comum - o latim.

A Hominização (Português 10:51)

A Evolução do Ser Humano (Inglês 3:14)

A Evolução do Ser Humano (Inglês 4:30)

A Evolução do Ser Humano (Espanhol - 4:52)

Homo habilis e o fabrico de instrumentos (Espanhol 3:15)

Homo erectus - o domínio e o fabrico do fogo (Espanhol 5:04)


Duas notas sobre o conteúdo do próximo vídeo:

Nota 1 - À luz do conhecimento actual, neanderthal e sapiens sapiens cruzaram-se e nós temos uma pequenina parte do seu ADN no nosso.
Nota 2 - À luz do conhecimento actual, nós descendemos todos de um grupo que saiu de África e povoou todos os continentes.

As origens da Humanidade - (1/3 - Espanhol 1:29:40)


Por último, deixo-vos uma ficha formativa, chamada A - Paleolítico, sobre o processo de Hominização, que deverão fazer. Se tiverem dificuldades, contactem-me.
Bom trabalho e até à próxima aula!

Nota 1 - Aulas revistas no ano letivo de 2014/2015 e adaptadas atendendo às metas curriculares introduzidas pelo MEC.

Nota 2 - Aulas revistas no ano letivo de 2019/2020 e adaptadas atendendo às aprendizagens essenciais introduzidas pelo MEC.

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

1.ª Aula - Apresentação

Fotografando Fontes ou Documentos Históricos
Museu da Nacional da Pré-História - Les Eysies de Tayac - França
Fotografias de Anabela Matias de Magalhães


1.ª Aula - Apresentação

Sumário: Apresentação. Teste de diagnóstico. Algumas considerações gerais sobre a disciplina de História. Explicitação dos critérios de avaliação. Os conceitos de História, Pré-História, fonte ou documento histórico, o papel do arqueólogo e do historiador para a construção da História.

Metas Curriculares/Aprendizagens Essenciais

. Domínio

Das sociedades recoletoras às primeiras civilizações

. Subdomínio

Das sociedades recoletoras às primeiras sociedades produtoras

. Objetivo

1. Conhecer o processo de hominização

. Descritores de Desempenho

1.4 Conhecer a importância da arqueologia para o estudo das primeiras comunidades humanas.
1.5 Explicitar o conceito de "documento histórico".
1.6 Definir Pré-História".

. Aprendizagens essenciais - O aluno deve ficar capaz de:

. AE1. Relembrar que o conhecimento histórico se constrói com informação fornecida por diversos tipos de fontes: materiais, escritas e orais

. Questões Orientadoras

. O que é a História?
. Para que serve a História?
. Qual a importância da História?
. O que são fontes ou documentos históricos?

. Palavras-chave

História; Pré-História; fontes ou documentos históricos; arqueólogo; arqueologia; historiador

Meus caros alunos,

aqui vos deixo as metas curriculares e as aprendizagens essenciais abordadas nesta primeira aula e o PowerPoint que já explorámos em contexto de sala de aula, durante a apresentação desta vossa professora e da disciplina de História.
O PowerPoint chama-se A - História - Apresentação. Revejam-no com muita atenção, especialmente os diapositivos que tratam o que é a História - ciência que estuda a vida do Homem ao longo do tempo; o que são fontes ou documentos históricos - são todos os vestígios deixados pelo Homem ao longo do tempo; quem faz a História - são os historiadores; e a grande divisão da História em Pré-História - antes do aparecimento da escrita e História - depois do aparecimento da escrita.
Não se esqueçam que a minha fotografia na duna é uma metáfora dos desafios que teremos de vencer ao longo da vida.
Tenham atenção aos critérios de avaliação aprovados no Agrupamento de Escolas de Amarante, para a disciplina de História, importantíssimos, pois são os critérios pelos quais sereis avaliados durante este ano letivo. Aproveito para fazer também uma chamada de atenção muito especial para a importância de que se reveste a realização dos TPC semanais. O trabalho deve ser constante e continuado para que os objetivos a alcançar, no final do ano letivo, estejam dentro das vossas/minhas expectativas... elevadas, assim o espero...
Por último, deixo-vos um vídeo, que está disponível no Youtube, realizado por uma colega/professora de História, Núria Inácio, e que segue, em grande parte, o guião que utilizo desde meados da primeira década deste nosso século XXI, na primeira aula do sétimo ano.
E por hoje é tudo. Até à próxima aula!
Fiquem bem!



Nota 1- Aula revista no ano letivo de 2014/2015 e adaptada atendendo às metas curriculares introduzidas pelo MEC.

Nota 2 - Aula revista no ano letivo de 2019/2020 e adaptada atendendo às aprendizagens essenciais definidas pelo ME.

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Mensagem de Boas Vindas

Mensagem de Boas Vindas

Este é um post de boas vindas especialmente dirigido aos meus novos alunos de História, aos meninos e meninas que iniciarão amanhã um novo ciclo de estudos. Sois de novo bem vindos à EB 2/3 de Amarante!
Sei que a maioria de vós gostou de frequentar o 2º Ciclo de Escolaridade nesta Escola. Espero que aqui vos continueis a sentir "em casa", agora que estais a iniciar uma nova etapa, o 3º Ciclo do Ensino Básico.  A escola/espaço mantém-se a mesma que já conheceis, no entanto há algumas mudanças a assinalar, que a vida é feita delas e delas é feita a História. Ireis agora frequentar "novos" pavilhões, ficaram para trás os pavilhões dos "pequeninos" e, nos próximos três anos, espero que para todos isto possa ser uma realidade, fareis vida nos pavilhões dos "grandes" e essa será a vossa/nossa realidade até fecharmos este ciclo, vós e nós, vós com um bater de asas que se quer vigoroso e que vos levará para longe de nós, nós abrindo os braços já prontos para recebermos novos alunos, novas caras, novos risos, novas emoções.
Dentro dos novos pavilhões encontrareis novas salas refletindo as novidades constantes nos vossos horários - Sim, a disciplina de História e Geografia de Portugal transforma-se agora em História e Geografia, duas disciplinas independentes, a que correspondem duas salas independentes.
Já conferi o meu horário e sei que tereis sempre aulas comigo na Sala de História. Posso-vos assegurar que esta forma de organização não é comum nas escolas portuguesas e que lhe encontro muitas vantagens relativamente às outras que não se organizaram assim. Vereis o trabalho que será feito dentro da sala de aula, espero que do vosso inteiro agrado.
Este é apenas um post de boas vindas, o primeiro, o que deu o pontapé de saída para um novo blogue chamado História - 7º Ano, que hoje viu a luz do dia. Será um blogue de trabalho, do trabalho que desenvolveremos ao longo deste ano lectivo e, em princípio, será alimentado uma vez por semana, tantas vezes quantas as aulas semanais que teremos, exatamente com as matérias que abordaremos e exploraremos em contexto de sala de aula. Uma aula semanal é muito pouco, é certo, mas é o que temos e, por agora, não há forma de dar a volta a isto. Veremos no futuro.
Entretanto amanhã começaremos a nossa viagem no tempo. Recuaremos, na tentativa de compreendermos como foi possível chegarmos aqui, ao tempo que agora vivemos, já na segunda década do século XXI.
Espero que a viagem seja do agrado de todos.